Miomectomia laparoscópica

Miomectomia Laparoscópica- Vídeo #8

 

No vídeo de hoje o doutor Michel Zelaquett explica a Miomectomia laparoscópica

Assista:

 

 

Transcrição do Vídeo

Olá, eu sou o Doutor Michel Zelaquett, diretor do centro de mioma e hoje nós vamos falar sobre a Miomectomia laparoscópica miomectomia por videolaparoscopia.

É um procedimento minimamente invasivo para realizar retirada do mioma, ou dos miomas, através de pequenos furos no abdômen, geralmente a câmera entra no umbigo e tem mais dois ou três furinhos no abdômen de mais ou menos de um centímetro por onde entram  as pinças que vão realizar todo procedimento cirúrgico. Ela é realizada em ambiente hospitalar.

É bom que avisar que esse procedimento cirúrgico dura de 2 a 6 horas, dependendo da complexidade, é realizado com anestesia geral, toda e qualquer cirurgia laparoscópica é sempre realizada sob anestesia geral, por ser mais segura.

O tempo de internação varia de 24 a 48 horas a vantagem de ser um procedimento minimamente invasivo, a recuperação é muita rápida e dor e menor. E a possibilidade da paciente retornar às atividades cotidianas em até 15 dias.

Como a dor no pós operatório é bem menor isso permite uma menor quantidade de analgésicos, anti-inflamatórios, diminuindo o risco de efeitos colaterais causados pelos medicamentos.

É um procedimento menos invasivo e a indicação vai depender basicamente tamanho, número e localização dos miomas. A avaliação prévia e diagnóstica através ressonância magnética é fundamental para o planejamento cirúrgico, não só para a indicação da miomectomia laparoscópica mas também para o planejamento seguro.

No passado quando a laparoscopia estava engatinhando e os equipamentos não eram tão modernos como os de hoje, costumávamos limitar miomectomia laparoscópica miomas não muito grandes de até 5 centímetros e evitando indicar para mais do que 3 ou 4 miomas mas não tanto hoje com o advento da tecnologia, os novos equipamentos, as câmeras cada vez melhores, as pinças cada vez melhores, utilização de energias mais seguras, como de ultrasônica, a energia do laser, conseguimos ampliar nossas indicações para miomectomia menos invasiva laparoscopia. Possibilitando fazer miomectomia laparoscópicas de miomas de 8, 10, 12 cm a gente consegue retirar por vezes 10, 12, 15 miomas por laparoscopia. E isso obviamente é planejado através de exames pré-operatório.

Com essa tecnologia podemos fazer uma cirurgia menos agressiva útero,e vai levar também a preservação melhor da fertilidade, ou seja menor risco de formação de aderências, e menor risco de sangramento, e maior chance de preservar o útero, isso faz com que seja  incrementado a fertilidade dessa mulher.

Outra vantagem da laparoscopia é a possibilidade você pesquisar e tratar a endometriose. Sabemos que a endometriose ocorre em cerca de 30% de paciente que tem miomas, é concomitante com a endometriose. Quase um terço das mulheres que tem mioma também tem endometriose, e o tratamento padrão ouro cirúrgico da endometriose é a laparoscopia. Ela permite uma visão aumentada em cerca de 10 vezes, por isso conseguimos ver um ponto de endometriose de 1 milímetro no nosso monitor aparece como se tivesse 1 centímetro. Com isso conseguimos identificar pequeninos pontos de endometriose e focos endometriose e tratar esses focos. Muitas vezes a dor, as cólicas, podem estar relacionados a endometriose não com os miomas.  

Muitas vezes a infertilidade pode estar relacionada não só ao mioma mas também a endometriose. Quando pensamos em fazer uma cirurgia laparoscópica e temos miomas e concomitante a endometriose, é óbvio que vamos proporcionar tratamento mais eficaz, com maior sucesso e melhor resultado reprodutivo.

A laparoscopia é um procedimento menos invasivo, menos doloroso e que possibilita menor tempo de internação, o retorno mais rápido as atividades cotidianas.

É um procedimento relativamente menos agressivo ao útero.

O advento das novas tecnologias têm permitido a ampliação da indicação da miomectomia laparoscópica que além de tratar de maneira eficaz e retirar os miomas, fazer reconstrução do útero, também é capaz de tratar endometriose e até mesmo cistos ovarianos que podem prejudicar a fertilidade da mulher.

É um procedimento menos invasivo, com menor risco e que possibilita um tratamento adequado e eficaz dos miomas.

Lembrando que todo o tratamento, toda cirurgia realizada é preciso de um bom diagnóstico.

E hoje deve necessariamente passar por uma ressonância magnética, para que possamos fazer o mapeamento de mioma e o planejamento cirúrgico e com isso aumentar as chances de um resultado positivo.

Espero que tenham entendido um pouquinho mais sobre a miomectomia laparoscópica.

Acessem nossos canais para ficar por dentro de todas as informações confiáveis a respeito de miomas.